Logo Portal Ternura
16/09 - IBITINGA-SP
° °
Deputado Vanderlei Macris

Deputado Vanderlei Macris


Agora o combate é contra a corrupção


* Vanderlei Macris é Deputado Federal

Após o pedido do impedimento da presidente Dilma, a maioria dos brasileiros agora quer o fim da corrupção.  Em um pronunciamento no Plenário da Câmara Federal, fiz um apelo aos colegas para agilizar a instalação da Comissão Especial que analisará o PL 4850/2016, que estabelece medidas contra a corrupção.

Essa Proposta é das 10 Medidas Contra a Corrupção e à Impunidade, documento entregue pelo Ministério Público Federal, baseado em campanha coordenada pela Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria-Geral da República.

O documento chegou à Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção do Congresso Nacional - da qual faço parte, no último 29 de março, com mais de 2 milhões e 800 mil de assinaturas de cidadãos de todo o País.

O Projeto foi distribuído às cinco Comissões responsáveis por sua análise e, como passará por mais três comitês de julgamento, foi determinada a criação da Comissão Especial, que ainda não foi instalada. Essa demora na tramitação é um desrespeito à população, cujo apelo não pode ser ignorado, justamente nesse momento em que estamos passando o Brasil a limpo.

Enquanto não se avança nessa questão, novas denúncias do mau uso do dinheiro público são reveladas, como a irregularidade do pagamento de R$ 2,5 bilhões pelo Bolsa Família, entre 2013 e 2014, a falecidos e pessoas sem direito ao benefício.

A cada novo escândalo financeiro, conseguimos entender o motivo da Dilma não fazer a transição da presidência para seu vice. O real rombo nas contas públicas, muito maior do que o anunciado por ela, seria desmascarado e a impossibilitaria de dizer que não sabia.

A corrupção, segundo cálculos do Ministério Público, provoca perdas de R$ 200 bilhões para o País, por ano, além de gerar descrédito, desconfiança e imoralidade, tanto dentro como fora do Brasil. Dinheiro que faz falta e prejudica setores básicos, como Saúde, Educação e Habitação, entre outros.  

É inacreditável que mesmo jogando o País em um buraco por sua incompetência e permissividade, Dilma ainda queira retornar ao comando. A dissimulação e enganação do governo petista já nos custaram muito caro.

Vivemos na recessão econômica há pelo menos dois anos e isso é consequência da corrupção. O Brasil precisa recuperar a credibilidade, o crescimento econômico, a produção em todos os setores, os empregos, a autoestima.  

Assim, para o bem da Nação o pedido é um só: Dilma, não volte!

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

As graves consequências dos diversos tipos de suicídio

As graves consequências dos diversos tipos de suicídio
Antonio Tuccílio

Antonio Tuccílio

Precatórios: o calote precisa ter fim

Precatórios: o calote precisa ter fim
José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

Sustentabilidade pela Economia Celeste

Sustentabilidade pela Economia Celeste