Logo Portal Ternura
20/09 - IBITINGA-SP
° °
Doutora Luana Vergian Storniolo

Doutora Luana Vergian Storniolo


O que quero ser quando envelhecer?


  Quando devemos procurar um geriatra? Quais medidas devemos tomar, visando a prevenção e promoção da saúde? Estas dúvidas são frequentes, portanto o texto abaixo diz respeito à prevenção e promoção da saúde.

  O que é promoção da saúde? É tudo aquilo que podemos fazer para manter uma boa saúde, prevenir doenças, e melhorar ou controlar aquelas doenças que já existem. Engloba prevenção, mudança nos hábitos de vida, além de educação em saúde.

  Podemos procurar um geriatra a partir do momento em que decidimos promover nossa saúde, plantando um envelhecimento saudável, principalmente com independência e qualidade de vida. Para ser geriatra é necessário ser clínico, ou seja, ter especialização em clínica médica, portanto somos capacitados para o atendimento também de pessoas com menos de 60 anos de idade.

  Os exames preventivos que estudos científicos comprovam ter benefício em se realizar de rotina, diferem um pouco entre os sexos. Para mulheres acima de 50 anos solicitamos mamografia anual ou bianual, e em caso de história familiar de câncer de mama, a partir dos 40 anos; papanicolaou desde o início da vida sexual ativa até os 65 anos, para rastreio de câncer de colo de útero, a cada um ou três anos; densitometria óssea para avaliar osteoporose, a partir dos 65 anos para mulheres e 75 anos para homens, a cada três a cinco anos; para prevenção de câncer de intestino, colonoscopia a cada dez anos ou pesquisa de sangue oculto nas fez anual, a partir dos 50 anos em ambos os sexos (exceto para aqueles com história familiar); para tabagistas de 55 a 80 anos de idade (a depender da quantidade de cigarros), tomografia de tórax anual para prevenção de câncer de pulmão; para homens, ainda é um tema polêmico a prevenção de câncer de próstata (com toque retal e/ou PSA); além dos exames laboratoriais de rotina como glicemia e colesterol tanto para homens quanto para mulheres.

  Lembrando, que não menos importante que isso são os hábitos de vida, como alimentação saudável, atividade física (no mínimo 150 minutos por semana de atividade moderada), e evitar cigarro e álcool.

  Carteira de vacinação em dia é outro ponto importante na prevenção, sendo preconizadas para idosos as vacinas para influenza, pneumococo, dupla adulto e febre amarela se houver necessidade.

   Relações sociais (como círculos de amizade, grupos) e cuidados com a saúde mental são fundamentais para uma saúde com qualidade.

   O velho conhecido “plantar para colher bons frutos” também vale para a saúde, e com isso podemos prevenir doenças cardiovasculares, cerebrovasculares, câncer, demência, dentre outras, e acima de tudo, envelhecer com qualidade, bem-estar e independência.

Câmara Municipal de Ibitinga

Últimas colunas

José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

As graves consequências dos diversos tipos de suicídio

As graves consequências dos diversos tipos de suicídio
Antonio Tuccílio

Antonio Tuccílio

Precatórios: o calote precisa ter fim

Precatórios: o calote precisa ter fim
José de Paiva Netto

José de Paiva Netto

Sustentabilidade pela Economia Celeste

Sustentabilidade pela Economia Celeste