Logo Portal Ternura
14/11 - IBITINGA-SP
° °

Alpinista Rodrigo Raineri e nutricionista alertam para importância do preparo nutricional em grandes escaladas

Raineri, o único brasileiro a ter escalado como guia as sete mais altas montanhas dos sete continentes, já está no Nepal para o Projeto Everest 2019; Cady foi responsável pela preparação nutricional do alpinista



Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

 

A prática do alpinismo requer técnica, força e concentração. Mas o sucesso das grandes escaladas precisa contar também com o preparo dos alpinistas – e muito disso se dá em função de um planejamento alimentar específico, que começa meses antes da escalada.

O alpinista Rodrigo Raineri, o único brasileiro a ter escalado como guia as sete mais altas montanhas dos sete continentes, e que já está no Nepal para o Projeto Everest 2019, comenta como se preparou para a escalada, com auxílio do nutricionista Daniel Cady.

“Meu preparo e planejamento nutricional tiveram início três meses antes da expedição, quando intensifiquei o consumo de alimentos saudáveis, ricos em vitaminas, proteínas e carboidratos, para já preparar o meu corpo para o intenso desgaste físico e mental que uma expedição envolve”, comenta. “Posteriormente, recebi do Daniel a orientação sobre quais suplementos levar na bagagem, principalmente em pontos da expedição que não têm estrutura para o preparo de algum alimento” conta Raineri.

Vale lembrar que as refeições realizadas durante a expedição nas cozinhas dos acampamentos de base costumam incluir alimentos como arroz, lentilha, verduras refogadas, frango e macarrão, já que nestes acampamentos os alpinistas fazem uso das cozinhas equipadas e contam com a ajuda de cozinheiros locais, mas nos acampamentos localizados em altitudes mais altas as refeições começam a ficar mais restritas e os alimentos de rápido preparo, suplementos, granolas e barras de cereais são mais importantes do que nunca. Entre os produtos que o alpinista Rodrigo Raineri leva consigo estão a granola Cróqui e os nuts Ptisq da Feinkost.

Entre os suplementos e alimentos-chave que o alpinista levará em sua mochila durante toda expedição (cuja duração total é de dois meses e inclui etapas em que os únicos alimentos disponíveis são os da própria bagagem), estão:  granola (para ser usada como lanche entre as refeições e dar energia), o hit up (um sachê de um novo suplemento a base fitoterápicos para aumentar a termogênese, ou seja, vai aumentar a produção calor), o BCAA em sachê (usado para diminuir a perda de massa muscular e acelerar a recuperação muscular) e a D-ribose (um suplemento que é fonte de carboidrato ideal para quem fará longas caminhadas). Seguindo orientação do nutricionista, a bagagem também inclui beta-glucana (probiótico que ajudam a evitar a diarreia e a reforçar a imunidade), taurina (cápsulas usadas para aumentar o foco mental), vitamina C e maca peruana (que ajuda na adaptação às diferentes altitudes, funciona como um tônus mental e físico).

Além da nutrição, outro ponto importante durante expedições como a do Projeto Everest 2019 é a hidratação. É importante lembrar que o ar extremamente frio e seco contribui para a desidratação, por isso a necessidade de se tomar de 3 a 4 litros de líquidos ao dia. Para conseguir água para o consumo durante a subida da montanha, é necessário derreter a neve em pequenos fogareiros.

Quando a expedição é finalizada, é hora de recuperar toda a energia gasta. Nesta etapa, o alpinista Rodrigo Raineri procura intensificar o consumo de alimentos como frutas, saladas, carnes, que são ricos em fibras e proteínas, ideais para a recuperação de massa muscular e reposição de nutrientes. No retorno ao Brasil, o alpinista já está programando um descanso no Spa Lapinha para recarregar as energias.

“No retorno da expedição o recomendado é seguir uma estratégia de recuperação, que inclui muitas horas de sono, muita hidratação e uma dieta hipercalórica em nutrientes de qualidade que inclua ovos, carnes magras, peixes, frutas, verduras e legumes. É importante também fazer uma reposição de vitaminas e minerais para reabastecer com organismo com tudo o que foi perdido durante a expedição, reforçando a imunidade com zinco, selênio, vitaminas C, D e E para não adoecer”, comenta o nutricionista Daniel Cady.

O Projeto Everest 2019 conta com o patrocínio master do CPqD e patrocínios da 4BIO, BR3 Engenharia, Destinos Inteligentes, Clínica Visão Serra e Guilherme Benchimol. Apoio da Cia Athletica, Thule, Instituto Trata Campinas, Feinkost, Solo Equipamentos, Spa Lapinha, Sol Paragliders, Daniel Cady Nutrição Personalizada, SPOT e ABP (Associação Brasileira de Parapente). A realização do projeto é de Raineri Consultoria & Projetos Especiais.

 

Sobre o Projeto Everest 2019:

O objetivo desta expedição é encarar um desafio inédito em sua carreira: ao atingir o cume do Everest, Rodrigo Raineri fará um voo solo de parapente do topo à base, um feito jamais realizado e registrado por outros alpinistas; além disso, o alpinista está aproveitando a oportunidade para divulgar e incentivar a prática da escalada esportiva, modalidade que será considerada um esporte olímpico nos jogos de Tóquio em 2020.

 

Sobre Rodrigo Raineri

Nascido em Ibitinga –SP, e formado em Engenharia da Computação pela UNICAMP, o alpinista, empresário, palestrante e escritor Rodrigo Raineri possui 30 anos de experiência em rocha, gelo e alta montanha. Consagrado como o único brasileiro a escalar a temida face sul do monte Aconcágua, Raineri já realizou dezenas de projetos e expedições de montanhismo, dentre os quais destacam-se também a escalada e decolagem do Mont Blanc (França) e a chegada ao cume do Kilimanjaro (Tanzânia). Raineri é o único brasileiro a ter liderado como guia as sete maiores montanhas de cada continente no conhecido Projeto Sete Cumes.


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esporte regional

mais notícias

Atletas da Escolinha de Futebol ganham acesso em campeonato regional
há 2 semanas atrás

Atletas da Escolinha de Futebol ganham acesso em campeonato regional

Atletas da Escolinha de Futebol ganham acesso em campeonato regional
Campeonato Municipal de Futsal e Taça Beth Shalom tiveram jogos ontem,22
há 3 semanas atrás

Campeonato Municipal de Futsal e Taça Beth Shalom tiveram jogos ontem,22

Campeonato Municipal de Futsal e Taça Beth Shalom tiveram jogos ontem,22
Furacão leva atletas para jogo do Atlético e Palmeiras em Curitiba hoje
há 4 semanas atrás

Furacão leva atletas para jogo do Atlético e Palmeiras em Curitiba hoje

Furacão leva atletas para jogo do Atlético e Palmeiras em Curitiba hoje
Nesta quinta o futsal de Ibitinga joga no Nicolão pela Copa Record
há 1 mês atrás

Nesta quinta o futsal de Ibitinga joga no Nicolão pela Copa Record

Nesta quinta o futsal de Ibitinga joga no Nicolão pela Copa Record
Leandro Marcili conquista duas medalhas de ouro no jiu jitsu em Portugal
há 1 mês atrás

Leandro Marcili conquista duas medalhas de ouro no jiu jitsu em Portugal

Leandro Marcili conquista duas medalhas de ouro no jiu jitsu em Portugal