Logo Portal Ternura
21/09 - IBITINGA-SP
° °

Altos e baixos no Atlético-MG e fora da Copa América: Cazares vira o anfitrião do Equador em BH

No Galo, meia alterna momentos positivos e negativos, que o deixam quase sempre em evidência, mas há dois anos distante da seleção equatoriana


A seleção do Equador chegou nessa terça-feira a Belo Horizonte, onde estreia no próximo domingo, às 19h (de Brasília), no Mineirão, na Copa América. Horas depois do desembarque, o selecionado equatoriano fez o primeiro treino na capital mineira. E uma figura chamou a atenção: Cazares, meia do Atlético-MG, que foi ao local de treinamento rever velhos amigos.

- Eu conheço muitos dos jogadores desde a infância. A gente relembra as coisas, é bom demais rever meus amigos. Estou feliz. Espero que eles façam um bom campeonato - disse, em entrevista ao GloboEsporte.com, no momento em que deixava o Sesc Venda Nova, local do treino.

Atualmente, nenhum outro equatoriano é mais conhecido entre os torcedores mineiros do que o camisa 10 do Atlético-MG. Um meia capaz de atrair os mais entusiasmados elogios e, paralelamente, incapaz de afastar os mais inflamados questionamentos. Um meia, inegavelmente, visto como termômetro do Galo. Quando ele vai bem, o time segue a mesma trilha. O contrário também acontece.

A chegada da seleção equatoriana a Belo Horizonte, para a disputa da Copa América, lança uma pergunta: por que Cazares, hoje em boa fase no Atlético-MG, não foi convocado?

Questionado na saída do treino do Equador, Cazares não soube responder:

"Nada, nada, nada..."

A inconstância do armador pode ajudar a responder essa pergunta, que teria o atual comandante da equipe equatoriana, Hernán "Bolillo" Gómez, como o principal destinatário. No Galo desde 2016, Cazares traz consigo nessa caminhada por terras mineiras uma longa e imparável alternância de fases. De craque a jogador apagado. De decisivo a "garoto-problema". De aplausos a vaias.

Episódios da série de inconstâncias

Na chegada, vindo do Banfield (ARG), Cazares já esteve envolvido, indiretamente e sem "culpa", em um imbróglio, que atrasou sua estreia. O meia estava emprestado ao clube argentino pelo Independiente del Valle, do Equador, quando foi contratado pelo Atlético-MG. O Banfield alegou que tinha prioridade da compra e levou o caso para a Fifa. O Galo levou a melhor.

Em campo, poucos meses após estrear, em maio, Cazares perdeu espaço com Diego Aguirre, então treinador do Atlético-MG. Ele foi cortado do jogo de ida contra o São Paulo pelas quartas de final da Libertadores, e o Galo perdeu por 1 a 0. Os motivos nunca foram esclarecidos. Questionado sobre a situação, Aguirre se irritou.

- Por favor, faça uma pergunta mais inteligente. Não tenho que explicar. Não vou contestar. Outra pergunta?

Entre boas e más atuações pelo Atlético-MG, Cazares era figura comum na seleção do Equador nos primeiros anos em Belo Horizonte. E foi voltando de uma convocação que ele reapareceu negativamente nas manchetes. O armador não se reapresentou na Cidade do Galo na data marcada, não atendeu às ligações da diretoria. Foi se justificar pelo Instagram, argumentando que havia sofrido um problema com a documentação no retorno ao Brasil.

Cazares em ação pelo Atlético-MG — Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Cazares em ação pelo Atlético-MG

Ainda em 2016, ficou marcado pelo protagonismo na vitória por 5 a 3 sobre o Botafogo, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro, quando marcou dois gols e deu duas assistências. Teve ainda o golaço do meio-campo contra o Grêmio, na decisão da Copa do Brasil, perdida pelo Atlético-MG. Naquele ano foram 42 jogos, com 10 gols e oito assistências.

Em 2017, uma temporada em que liderou a distribuição de passes decisivos - foram 17 assistências -, além de nove gols, Cazares ergueu seu único troféu com o time, o Campeonato Mineiro. Mas também teve seu momento negativo. O equatoriano se atrasou para um treino de sexta-feira. Por determinação do clube, foi o único atleta do elenco a dormir na Cidade do Galo. Ele ainda postou o momento nas redes sociais. O atraso não teve consequências mais drásticas. Cazares foi relacionado para a partida contra o Botafogo, no domingo seguinte. Essa temporada foi a última em que o meia-atacante figurou em lista de convocações do Equador.

Ano passado, Cazares seguiu na liderança de assistências, 11, mesmo número de gols marcados pelo Atlético-MG. Teve grande fase na reta final de 2018, sendo peça fundamental para o clube arrancar vaga na Copa Libertadores. No meio do ano, o meia foi alvo de uma proposta do futebol árabe. Com a iminente saída, acabou fora de alguns jogos do Galo. A transação não se concretizou.

Cazares em campo pelo Galo na Libertadores 2019 — Foto: EFE / Yuri Edmundo

Cazares em campo pelo Galo na Libertadores 2019

Na atual temporada, teve um começo em alta. O nascimento do filho Anthuan, em dezembro de 2018, renovou as energias do meia. Porém, no momento de decisão, na finalíssima do Campeonato Mineiro contra o Cruzeiro, acabou fora da equipe. Antes do jogo de ida, havia se atrasado para um treino. Durante o duelo, se machucou com poucos minutos.

Quando recuperou espaço no time, Cazares voltou a mostrar potencial para ser o protagonista técnico do Atlético-MG. Até agora, são seis gols, sete assistências e muita categoria. Há menos de um mês, o Equador divulgou a convocação para a Copa América. Cazares seguiu fora da lista - ausência também na relação de 40 jogadores pré-convocados. O Equador joga no próximo domingo, às 19h (de Brasília), no Mineirão. Resta ao equatoriano mais famoso de BH recepcionar os companheiros na cidade e ficar na torcida.

O jogo entre Uruguai e Equador terá transmissão ao vivo na TV Globo e no GloboEsporte.com para todo o Brasil, com narração de Luis Roberto e comentários de Caio Ribeiro e Roger Flores (com Sálvio Spinola na Central do Apito). O SporTV também transmite ao vivo para todo o Brasil, com narração de Milton Leite e comentários de Muricy Ramalho (com Sandro Meira Ricci na Central do Apito). O GloboEsporte.com também faz duas "lives" - uma antes e uma depois do jogo - com análises e entrevistas.

Altos e baixos no Atlético-MG e fora da Copa América: Cazares vira o anfitrião do Equador em BH

No Galo, meia alterna momentos positivos e negativos, que o deixam quase sempre em evidência, mas há dois anos distante da seleção equatoriana

Fotne: https://globoesporte.globo.com/futebol/copa-america/noticia/altos-e-baixos-no-atletico-mg-e-fora-da-copa-america-cazares-vira-o-anfitriao-do-equador-em-bh.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão
há 1 dia atrás

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão
Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria
há 1 dia atrás

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria
Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico
há 1 dia atrás

Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico

Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico
Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente
há 1 dia atrás

Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente

Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente
Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos
há 1 dia atrás

Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos

Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos