Logo Portal Ternura
21/09 - IBITINGA-SP
° °

Brasil vence com facilidade Porto Rico na estreia do vôlei feminino no Pan e inicia busca por 5º ouro

Mesmo sofrendo com entrosamento e passe, seleção ganha por 3 a 0 primeiro jogo do torneio


A seleção feminina de vôlei estreou nesta quarta-feira no Pan-Americano contra Porto Rico. E pode-se dizer que o que se viu em quadra foi exatamente aquilo que se esperava: o Brasil com uma superioridade técnica tão grande que, mesmo não jogando tão bem e sofrendo com o entrosamento e com o passe, venceu facilmente por três sets a zero (25/16, 25/16, 25/15). Para se ter uma ideia da diferença de qualidade dos times, dos 75 pontos da seleção, mais de um terço (28) foram em erros do adversário.

Seleção comemora ponto — Foto: reuters

Seleção comemora ponto

O técnico Zé Roberto decidiu apostar em um time mais jovem para o Pan e descansar algumas jogadoras mais experientes que tiveram uma temporada desgastante com a seleção, casos de Gabi e Natália ou que ainda estão ganhando ritmo após lesão, como Tandara. Coube à levantadora Macris ser a voz da experiência em quadra. Mara e Lorenne, titulares nos últimos jogos do Brasil no Pré-Olímpico, também figuraram entre as sete titulares. Lara, Lana, Maira e Natinha fecharam o time.

Nesta quinta, o Brasil enfrenta a Argentina a partir das 15h (horário de Brasília). Porto Rico encara os Estados Unidos às 17h.

Destaques

Em um jogo em que o adversário cometeu tantos erros, é até difícil ter um grande destaque. Lorenne, com 13 pontos, foi a maior pontuadora da equipe. Lara chamou a atenção no bloqueio em determinados momentos do jogo. Apesar de ter pontuado pouco, tocou em muitas bolas ajudando a defesa. Macris, promovida a capitã, mostrou liderança tentando organizar o time dentro de quadra. De negativo, o passe da seleção. Muito irregular, precisa melhorar para os próximos jogos contra adversários mais fortes.

O jogo

O Brasil começou incrivelmente mal o jogo. Claramente desentrosado, sofria tanto no passe, quanto na armação de jogadas. O placar já marcava 6 a 2 para Porto Rico, mas a seleção não tinha feito nenhum ponto por mérito próprio (os dois pontos foram erros do rival). O primeiro ponto criado pela equipe só saiu no 6 a 3, quando Macris decidiu aproveitar o entrosamento de Minas e chamou Lana, que virou. Aos poucos, a seleção foi se encontrando e diminuindo a diferença. Com uma bola de segunda e dois aces, Macris virou o jogo no 13 a 12. A diferença técnica entre as duas equipes era tão grande que bastou ao Brasil fazer o básico para fechar em 25 a 16, com Paula Burgo, que tinha entrado na inversão 5-1.

Maira tenta o bloqueio — Foto: reuters

Maira tenta o bloqueio

Na segunda parcial, o Brasil começou arrasador. Na primeira parada técnica, a seleção já vencia por incríveis 8 a 1. Lara, muito bem no ataque e no bloqueio, foi o grande destaque desse período. Mas aí, quando parecia que a seleção iria arrasar no set, começaram os muitos erros de passe. Paulina Prieto sacou colocado e diminuiu para 9 a 8. Só que faltava qualidade ao time de Porto Rico. Os muitos erros do adversário facilitaram para a seleção abrir de novo, em 14 a 9, em uma pingadinha de Lorenne. Ai foi só administrar até fechar novamente em 25 a 16, com Maira explorando o bloqueio.

O jogo começou um pouco mais equilibrado no terceiro set. Mas isso durou bem pouco tempo. Em bela jogada de Macris, Lorenne bateu sozinha e fez 7 a 5. A partir daí, Porto Rico simplesmente parou. E o Brasil, se aproveitando dos erros consecutivos do adversário, abriu. Aliás, alguns erros bastante inusitados, como uma pingada quase na juíza de linha e uma narigada na rede, que rendeu um sangramento à ponteira Cruz. Verdade que o Brasil passou a jogar melhor também. Principalmente, Natinha que defendeu muito bem, e Lara e Lorenne nas viradas de bola. Em um ponto de Lana, o Brasil abriu doze pontos (17 a 5). Zé passou a rodar a equipe e colocou Mayany e Tainara em quadra. As duas entraram bem, fizeram pontos e ajudaram a equipe a fechar o set e o jogo em 25 a 15.

Fonte:https://globoesporte.globo.com/jogos-pan-americanos/noticia/brasil-vence-com-facilidade-porto-rico-na-estreia-do-volei-feminino-no-pan.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão
há 12 horas atrás

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão

Jardine convoca seleção pré-olímpica para amistosos com nove jogadores do Brasileirão
Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria
há 12 horas atrás

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria
Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico
há 18 horas atrás

Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico

Presidente internado, agonia, título inédito e festa: as (mais de) 48 horas insanas do Athletico
Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente
há 18 horas atrás

Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente

Verstappen lidera treino livre em Singapura; Leclerc tem problemas, e Bottas sofre acidente
Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos
há 18 horas atrás

Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos

Efeito Daniel Alves: São Paulo vê aumento em vendas de camisas e faturamento com produtos