Com tática e muita conversa, Pia comanda segundo dia de treino na Seleção; Formiga sai com bolha

Com o tornozelo direito em carne viva, veterana deixa atividade no CT da Barra Funda mais cedo

Compartilhe:

O segundo treino da seleção brasileira feminina em São Paulo, nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, terminou sem Formiga em campo.

A meio-campista de 41 anos deixou a atividade mais cedo, com o calcanhar direito em carne viva e uma bolha na região. A jogadora pediu atendimento médico na metade final da atividade e não aguentou continuar até o fim.

Em seu segundo dia de trabalho no campo, a técnica Pia Sundhage não esboçou o time que pretende mandar a campo na próxima quinta-feira, às 21h30, no Pacaembu, contra a Argentina, em quadrangular amistoso. Foram feitos apenas exercícios específicos.

Treino da seleção brasileira no CT da Barra Funda — Foto: Ana Canhedo/ GloboEsporte.com

Treino da seleção brasileira no CT da Barra Funda 

Com muita conversa, a técnica sueca, passado o aquecimento, comandou um trabalho de triangulação e chegadas à linha de fundo, com cruzamento rasteiro e finalização de dentro da grande área. É justamente essa chegada que Pia pretende melhorar no Brasil.

Depois, com ainda mais instruções da comandante, a Seleção fez um exercício de movimentação e saída de bola de três jogadoras contra três. O mesmo exercício se repetiu na sequência, mas, desta vez, com as duas goleiras posicionadas. A atividade evoluiu com grupos de seis contra seis.

Muita tática

Antes do final da atividade, Pia ainda orientou as jogadoras em um trabalho tático. Posicionadas no 4-4-2, as jogadoras seguiram instruções táticas da técnica, se movimentando em grupos (todos da mesma posição) sem a bola, fazendo uma espécie de balanço.

– É para pegar a sincronia do movimento, exatamente isso de fazer o balanço. Ela foi mostrando qual o posicionamento de cada uma de nós. Todo mundo agrupado e, se houvesse erro na movimentação, ela já estava ali para corrigir – explicou Bia Zaneratto.

A seleção brasileira feminina estreia sob o comando de Pia Sundhage nesta quinta-feira, às 21h30, contra a Argentina, no Pacaembu. O jogo terá transmissão ao vivo do SporTV, com narração de Sergio Arenillas e comentários de Ana Thaís Matos.

Confira o tuíte

Fonte:https://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/com-tatica-e-muita-conversa-pia-comanda-segundo-dia-de-treino-na-selecao-formiga-sai-com-bolha.ghtml

Compartilhe:

Comentários (0)

silhueta de um avatar

Escreva seu cometário...

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Publicidade

Publicidade

Mais notícias sobre Esportes

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Oitavas de final da Libertadores terão três duelos entre brasileiros e argentinos; veja confrontos

Oitavas de final da Libertadores terão três duelos entre brasileiros e argentinos; veja confrontos

Sorteio define confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana; veja lista completa

Sorteio define confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana; veja lista completa

Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vinícius Júnior, Arthur e Militão

Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vinícius Júnior, Arthur e Militão

Publicidade

Mais notícias sobre Esportes

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Confira os resultados da rodada do Brasileirão

Oitavas de final da Libertadores terão três duelos entre brasileiros e argentinos; veja confrontos

Oitavas de final da Libertadores terão três duelos entre brasileiros e argentinos; veja confrontos

Sorteio define confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana; veja lista completa

Sorteio define confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana; veja lista completa

Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vinícius Júnior, Arthur e Militão

Tite convoca a seleção brasileira e volta a chamar Vinícius Júnior, Arthur e Militão

Publicidade