Logo Portal Ternura
11/08 - IBITINGA-SP
° °

Fim dos festejos, treinos no Ninho e QG em Doha: Flamengo inicia preparação final para o Mundial

Após celebrações e premiações pelas conquistas da Libertadores e do Brasileirão, Rubro-Negro se reapresenta para ajustes em campo e logística pronta para viagem para Doha


Após duas semanas de merecidos festejos e premiações, o Flamengo encerra as comemorações e começa para valer a preparação para seu último e talvez maior desafio do ano. Depois de dois dias de folga, o elenco se reapresenta na manhã desta quarta no Ninho do Urubu com um único pensamento: o Mundial de Clubes.

Serão três dias de treinos antes do embarque para Doha, na sexta-feira. A estreia no Mundial acontece na próxima terça-feira (17), às 14h30 (horário de Brasília), no Estádio Khalifa, em Doha, contra o vencedor de Al-Hilal x Espérance. As duas equipes duelam sábado pelas quartas de final.

Preparação no Rio e logística em Doha

O Flamengo faz três treinos no Ninho do Urubu antes do embarque para o Catar. Todas as atividades serão pela manhã e estão marcadas para as 9h. Na quarta e na quinta, a imprensa poderá acompanhar parte do treino, mas não há entrevistas programadas. No dia da viagem, o treino será completamente fechado. Antes, no entanto, haverá uma coletiva no CT, na despedida do Brasil.

  • Quarta (11/12), treino às 9h, no Ninho do Urubu
  • Quinta (12/12), treino às 9h, no Ninho do Urubu
  • Sexta (13/12), treino às 9h, no Ninho do Urubu
  • Sexta (13/12), embarque para Doha, às 16h35, no Galeão

Al Duhail, local de treinos do Flamengo no Catar — Foto: Divulgação / Federação do Catar

Al Duhail, local de treinos do Flamengo no Catar — ( Reprodução - Federação do Catar )

No Catar, o Flamengo vai treinar no campo do Al Duhail, clube local. O estádio será uma espécie de quartel rubro-negro no país. Todos os treinos em Doha serão lá, até fim da competição. O local foi indicado pela Fifa. O time treina sábado à tarde e domingo de manhã. A programação de segunda-feira ainda não foi divulgada.

  • Sábado (14/12), treino às 16h (10h de Brasília), no Al Duhail
  • Domingo (15/12), treino às 10h (4h de Brasília), no Al Duhail

O local de treinos foi aprovado pelo Flamengo, mas estádio não possuí academia. Os treinos internos, como academia, serão realizados no luxuoso hotel onde a delegação ficará hospedada a partir de sábado. O supervisor rubro-negro, Gabriel Skinner, visitou e aprovou as instalações do Grand Hyat.

Flamengo ficará hospedado por oito dias no Gran Hyatt, em Doha — Foto: Divulgação / Gran Hyatt

Flamengo ficará hospedado por oito dias no Gran Hyatt, em Doha — ( Reprodução - Gran Hyatt )

Flamengo vai utilizar academia do próprio hotel no Catar — Foto: Divulgação / Gran Hyatt

Flamengo vai utilizar academia do próprio hotel no Catar — ( Reprodução - Gran Hyatt )

Fifa muda palco da decisão

Poucos dias antes do início do Mundial, a Fifa comunicou a troca do palco da decisão do Mundial. A inauguração do Education City Stadium, estádio da Copa de 2022, foi adiada para o início de 2020. A justificativa foi a falta de tempo para realizar eventos-teste, antes do primeiro jogo oficial.

Assim, o Khalifa International Stadium receberá, além da disputa do título, a estreia do Flamengo na semifinal, em 17 de dezembro, às 14h30 (de Brasília) e da decisão do quinto lugar, no mesmo dia, só que mais cedo, às 11h30 (de Brasília), também o primeiro jogo do Liverpool, 24 horas depois, e o confronto pelo terceiro lugar, às 11h30 do dia 21.

Palco do Mundial de atletismo neste ano, Estádio Khalifa vai receber os dois jogos do Flamengo em Doha — Foto: Maja Hitij/Getty Images

Palco do Mundial de atletismo neste ano, Estádio Khalifa vai receber os dois jogos do Flamengo em Doha —( Reprodução - Maja Hitij/Getty Images )

Com a mudança, o Khalifa International Stadium, também conhecido como Estádio Nacional, será o local de cinco dos oito jogos do torneio. As outras três partidas, na 1ª e 2ª rodadas, serão no Jassim bin Hamas Satium.

Torcida se mobiliza por novo AeroFla

Você recorda da festa da torcida, antes do embarque para Lima, há menos de um mês? Pois é. As organizadas do Flamengo prometem uma mobilização ainda maior na sexta-feira. A diferença é que em 20 de novembro, dia da ida para o Peru, foi feriado no Rio de Janeiro (Dia da Consciência Negra).

Torcida promete nova grande mobilização. Clube e PM planejam algo mais organizado — Foto: André Durão / GloboEsporte.com

Torcida promete nova grande mobilização. Clube e PM planejam algo mais organizado —( Reprodução - André Durão / GloboEsporte.com )

Até por isso o clube trabalha em conjunto com a Polícia Militar. Há uma preocupação de evitar aglomeração na saída do Ninho do Urubu, na Estrada dos Bandeirantes, e também nos acessos ao Galeão. A orientação é de que o apoio ao time seja distribuído ao longo do trajeto para facilitar o percurso. O ônibus será escoltado desde a saída do CT até o aeroporto.

Voo fretado, fuso e volta ao Brasil

O Flamengo viajará no boeing 777 da Qatar Airways com 272 lugares e lotação esgotada. São 31 jogadores - 23 jogadores inscritos no Mundial e outros oito que seguem com a liberação da Fifa para treinarem como sparrings - e 32 membros do departamento de futebol (entre comissão técnica e diretoria).

A classe executiva conta com 42 assentos, que serão reservados para atletas, o presidente Landim, os dirigentes do futebol e comissão técnica. Já os 230 lugares da classe econômica serão destinados ao restante da delegação (21 pessoas) e foram comercializados para diretoria, conselheiros, funcionários e famílias.

Flamengo vai viajar em luxuoso voo fretado para Doha — Foto: Qatar Airways

Flamengo vai viajar em luxuoso voo fretado para Doha — ( Reprodução - Qatar Airways )

Classe executiva do voo fretado que levará o Flamengo ao Catar — Foto: Qatar Airways

Classe executiva do voo fretado que levará o Flamengo ao Catar — ( Reprodução - Qatar Airways )

O voo é direto, com duração de 15 horas. Em Doha são seis horas a mais do que o fuso horário brasileiro. A previsão é a delegação desembarque no Catar às 11h30 de sábado, no horário local (5h30 de Brasília). Se nada mudar, o elenco treina no mesmo dia, às 16h (10h de Brasília), no Al Duhail.

O retorno ao Brasil está marcado para domingo (22), um dia após a decisão do Mundial. A delegação deixará Doha às 13h30 no horário local (7h30 de Brasília). A previsão é que o desembarque aconteça no mesmo dia, às 23h de domingo, no Galeão. No imaginário rubro-negro, com mais uma taça para fechar o ano com chave de ouro.

Fonte:https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/fim-dos-festejos-treinos-no-ninho-e-qg-em-doha-flamengo-inicia-preparacao-final-para-o-mundial.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10
há 7 horas atrás

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10
Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão:
há 7 horas atrás

Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão: "Sonho realizado"

Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão: "Sonho realizado"
Medalhista olímpico critica a
há 7 horas atrás

Medalhista olímpico critica a "cultura do abuso" da ginástica britânica

Medalhista olímpico critica a "cultura do abuso" da ginástica britânica
Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal
há 7 horas atrás

Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal

Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal
Brawn revela que Hulk era
há 7 horas atrás

Brawn revela que Hulk era "plano B" da Mercedes caso Hamilton não assinasse: "Deveria estar na F1"

Brawn revela que Hulk era "plano B" da Mercedes caso Hamilton não assinasse: "Deveria estar na F1"