Logo Portal Ternura
03/08 - IBITINGA-SP
° °

Maior veterano a subir ao pódio em mundiais, Nicholas Santos mira Jogos Olímpicos de Tóquio

Nadador concedeu entrevista coletiva na quarta-feira e ainda falou sobre sua longevidade nas piscinas e outros assuntos


Bronze nos 50m borboleta no Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju, na Coreia do Sul, o nadador Nicholas Santos, da Unisanta, bateu seu próprio recorde como o nadador mais velho a ir ao pódio em mundiais, aos 39 anos.

Em entrevista coletiva na última quarta-feira, em Santos, Nicholas revelou que os segredos para sua longevidade dentro das piscinas são sua energia e dedicação nos treinamentos, além de fatores genéticos, que nem ele mesmo consegue explicar.

– Sempre fiz a tarefa de casa. Todo o planejamento proposto eu fiz e me dediquei ao máximo. Tem coisas que eu não consigo responder, como os fatores genéticos, com relação a como consigo me manter em alto rendimento até hoje. Me mantenho sempre focado, com muita energia. Para você conseguir se manter em uma carreira de mais de dez anos é preciso muita energia. Por isso que deu certo.

Nicholas Santos foi bronze na Coreia do Sul — Foto: Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br

Nicholas Santos foi bronze na Coreia do Sul

Além disso, Nicholas Santos ainda comentou qual é seu próximo passo na carreira. A seis meses de completar 40 anos, o nadador quer representar o Brasil em mais uma edição dos Jogos Olímpicos, em Tóquio, no ano que vem.

– Meu próximo objetivo é nadar os 50m livre e conseguir os índices para Tóquio no ano que vem. Comecei esse planejamento, Voltei a treinar o crawl e meu objetivo é classificar para os 50m livre Tóquio no ano que vem.

Durante a coletiva, uma jovem nadadora da Unisanta que acompanhava a entrevista perguntou aos atletas presentes qual o sentimento deles momentos antes de cair na água.

Nicholas tomou o microfone e deu aula de motivação, contando que, para seguir no esporte, é preciso um certo sacrifício, mas que no fim das contas vale a pena por todas as conquistas, não só dentro das piscinas, mas principalmente fora delas.

– Primeiramente, o incentivo da família para continuar treinando. Ter esse apoio de conciliar os estudos e treinos. Colocar energia naquilo que a gente faz. Tenho bons amigos, conheci mais de 40 países, ganhei muito culturalmente. A natação me ajudou muito.

Por fim, Nicholas ainda comparou a natação no Brasil com a de países que são potências, como os Estados Unidos. De acordo com o veterano, o país está no caminho certo no esporte, basta que mais jovens se interessem pela natação e tenham interesse em competir.

– Conheci o formato dos treinamentos lá fora. Muitos campeões olímpicos me procuram para saber o que a gente faz aqui. A diferença que eu vejo entre as potências é essa renovação. Cada vez mais crianças praticam a modalidade e é isso que precisamos por aqui. Temos tudo para isso. É só uma questão de investir mais na molecada para que a gente possa perpetuar os bons resultados.

Fonte:https://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/natacao/noticia/maior-veterano-a-subir-ao-podio-em-mundiais-nicholas-santos-mira-jogos-olimpicos-de-toquio.ghtml


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Quase ida para a Juventus, time em reconstrução e luta por espaço: o ano de Paquetá no Milan
há 3 horas atrás

Quase ida para a Juventus, time em reconstrução e luta por espaço: o ano de Paquetá no Milan

Quase ida para a Juventus, time em reconstrução e luta por espaço: o ano de Paquetá no Milan
Com agenda cheia, Domènec Torrent chega ao Brasil para assumir o Flamengo:
há 3 horas atrás

Com agenda cheia, Domènec Torrent chega ao Brasil para assumir o Flamengo: "Ganhar, ganhar e ganhar"

Com agenda cheia, Domènec Torrent chega ao Brasil para assumir o Flamengo: "Ganhar, ganhar e ganhar"
Andy Murray sinaliza que vai jogar o US Open:
há 5 horas atrás

Andy Murray sinaliza que vai jogar o US Open: "Estou disposto a correr o risco"

Andy Murray sinaliza que vai jogar o US Open: "Estou disposto a correr o risco"
Com atuação de alto nível, Vicente Luque nocauteia Randy Brown no segundo round
há 5 horas atrás

Com atuação de alto nível, Vicente Luque nocauteia Randy Brown no segundo round

Com atuação de alto nível, Vicente Luque nocauteia Randy Brown no segundo round
Thiago Braz “salta quase sozinho” e é campeão do Encontro de Triveneto
há 5 horas atrás

Thiago Braz “salta quase sozinho” e é campeão do Encontro de Triveneto

Thiago Braz “salta quase sozinho” e é campeão do Encontro de Triveneto