Logo Portal Ternura
10/07 - IBITINGA-SP
° °

Mudanças na F1 para 2021 incluem espécie de "draft" para equipes que forem mal

Após acordo de valor de teto orçamentário na semana passada, FIA aprova novo pacote de medidas para as próximas três temporadas - incluindo 2020, que começa em julho


Através de votação eletrônica, o Conselho Mundial de Esportes a Motor (WSMC) da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aprovou, nesta quarta-feira, um pacote de mudanças nos regulamentos esportivo, técnico e financeiro da Fórmula 1. Muitas das novas medidas, inclusive, surgiram para preservar o esporte em meio à pandemia de coronavírus.

Conceito dos novos carros a serem usados na F1 a partir de 2021 — Foto: Divulgação

Conceito dos novos carros a serem usados na F1 a partir de 2021 — Foto: FOM

As novas mudanças dão prosseguimento à iniciativa de adiar o regulamento de 2021 para o ano seguinte, já que a temporada atual teve perdas financeiras incalculáveis para os times com a paralisação e redução do calendário, e ao já votado teto orçamentário, que foi reduzido em US$ 30 milhões do valor inicialmente acordado, caindo de R$ 175 milhões para R$ 145 milhões.

Dentre as medidas que entram em vigor já em 2021, uma das mais impactantes, e que serve para reduzir a distância entre as equipes, é que permite mais ou menos tempo de testes em túnel de vento e desenvolvimento aerodinâmico de acordo com a posição na tabela.

Ou seja: o time que tive se classificado pior em 2020 terá a chance de trabalhar mais na parte aerodinâmica do carro em 2021. E a equipe campeã, por outro lado, terá o menor tempo disponível entre os dez times do grid para desenvolver a parte aerodinâmica do carro. A ideia se assimila bastante ao método usado em "drafts" por alguns esportes dos EUA, quando os piores times tem a preferência na escolha de atletas promissores.

Modelo de carro a ser usado na Fórmula 1 a partir de 2021 — Foto: Divulgação/FOM

Modelo de carro a ser usado na Fórmula 1 a partir de 2021 — Foto: FOM

Vejas as demais principais mudanças para 2020, 2021 e 2022 na F1:

Regulamento técnico

  • Congelamento de diversos itens entre as temporadas de 2020 e 2021. A lista inclui chassi, caixa de marchas, e outros componentes mecânicos e estruturas de impacto.
  • Um sistema de tokens (fichas de troca) que permitirá um número limitado de modificações (como o ajuste por parte da McLaren no carro para receber os motores Mercedes)
  • Para 2020, limitações em desenvolvimento dos motores
  • Parar 2021, redução no tamanho e simplificação do assoalho na parte que antecede as rodas traseiras para impedir o aumento de pressão aerodinâmica entre 2020 e 2021
  • Para 2021, aumento do peso mínimo em 3 kg, de 746 kg para 749 kg

Regulamento esportivo

  • Para 2020, protocolos para eventos com portões "fechados" e "abertos" e a estrutura regulatória relevante para tal (como, por exemplo, o pessoal no paddock), dependendo se o evento terá ou não espectadores.
  • Para 2020, várias atualizações relacionadas aos regulamentos de pneus, com protocolos para permitir o teste de pneus durante o segundo treino livre.
  • Para 2020, diminuição dos testes aerodinâmicos e de unidade de potência com o intuito de reduzir custos.
  • Para 2021, uma redução adicional nos testes aerodinâmicos e a introdução de uma relação entre a posição do campeonato e as limitações dos testes. A relação será linear entre as dez primeiras posições (o time que tive se classificado pior em 2020 terá a chance de trabalhar mais na parte aerodinâmica do carro em 2021. E a equipe campeã, por outro lado, terá o menor tempo disponível entre os dez times do grid para desenvolver a parte aerodinâmica do carro)

Regulamento esportivo de 2021

Além do teto orçamentário, que passou para US$ 145 milhões em 2021, US$ 140 em 2022 e US$ 135 entre 2023 e 2025, foram feitas as seguintes alterações nos regulamentos financeiros de 2021:

  • Aumento do limite de exclusão de bônus de final de ano para resultados esportivos excepcionais de US $ 10 milhões para US $ 12 milhões e encargos sociais por bônus de final de ano.
  • O limite para o cálculo da exclusão de encargos sociais sobre o salário pago ao pessoal caiu de 15% para 13,8%.
  • Custos para entretenimento da equipe limitados a US $ 1 milhão.
  • Bem-estar dos funcionários: exclusão dos custos de programas médicos (por exemplo, vacinação, exames oftalmológicos, exames auditivos) disponibilizados a todos os funcionários relevantes.
  • Custos de sustentabilidade em iniciativas ambientais.
  • Maternidade / paternidade / licença parental compartilhada / adoção, exclusão por custos salariais.
  • Licença por doença e licença médica de longa duração: exclusão de custos salariais.
  • Projetos realizados para auxiliar a FIA.

Fonte:https://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/mudancas-na-f1-para-2021-incluem-especie-de-draft-para-equipes-que-forem-mal.ghtml 


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Dez mais: os pilotos que tiveram maior intervalo entre a primeira e a última vitórias na F1
há 20 horas atrás

Dez mais: os pilotos que tiveram maior intervalo entre a primeira e a última vitórias na F1

Dez mais: os pilotos que tiveram maior intervalo entre a primeira e a última vitórias na F1
Estrela da WNBA questiona dirigente do seu clube que se opõe às ações antirracistas da liga
há 20 horas atrás

Estrela da WNBA questiona dirigente do seu clube que se opõe às ações antirracistas da liga

Estrela da WNBA questiona dirigente do seu clube que se opõe às ações antirracistas da liga
Confira os resultados da rodada dos Estaduais
há 21 horas atrás

Confira os resultados da rodada dos Estaduais

Confira os resultados da rodada dos Estaduais
Arthur, Pjanic e mais: veja 13 reforços para a próxima temporada na Europa
há 1 dia atrás

Arthur, Pjanic e mais: veja 13 reforços para a próxima temporada na Europa

Arthur, Pjanic e mais: veja 13 reforços para a próxima temporada na Europa
Em 1990, Capelli quase fez milagre em Paul Ricard, mas Prost deu à Ferrari 100ª vitória
há 1 dia atrás

Em 1990, Capelli quase fez milagre em Paul Ricard, mas Prost deu à Ferrari 100ª vitória

Em 1990, Capelli quase fez milagre em Paul Ricard, mas Prost deu à Ferrari 100ª vitória