Logo Portal Ternura
11/08 - IBITINGA-SP
° °

Na Arena Corinthians, Seleção Feminina goleia o México em amistoso

Com gols de Duda, Debinha, Bia Zaneratto (três vezes) e Millene, Brasil bateu o time mexicano por 6 a 0 nesta quinta-feira (12)


Noite de muitos gols na Arena Corinthians. Nesta quinta-feira (12), a Seleção Brasileira Feminina se impôs diante do México e goleou por 6 a 0 no primeiro dos dois jogos preparatórios entre as equipes. Os gols da partida foram de Duda, Debinha, Bia Zaneratto (três vezes) e Millene.

O próximo teste entre a equipe comandada por Pia Sundhage e a seleção mexicana será no domingo (15), às 18h30, na Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

PRIMEIRO TEMPO

O penúltimo teste da Seleção Feminina no ano começou com domínio total da equipe brasileira. Antes mesmo do primeiro minuto, Andressinha arriscou de fora da área e obrigou a goleira Emily Alvarado a jogar para escanteio. Na cobrança, Erika finalizou de cabeça, mas a defensora segurou. O poder ofensivo da Canarinho seguiu e, aos nove, saiu o gol de uma estreante. Pela primeira vez convocada e já titular pelo Brasil, Duda recebeu ótimo passe da esquerda de Debinha e chutou de canhota para fazer 1 a 0.

Depois, Cristiane e Bia Zaneratto também levaram perigo, mas foram paradas na camisa 1 do México. O time adversário, que pouco criou, finalizou a primeira vez somente aos 38 minutos, em cobrança de falta, mas viu Letícia fez a defesa de uma cobrança de falta sem perigo. O domínio verde-amarelo continuou e, aos 40, Bia Zaneratto entrou na área e não foi parada pelas marcadoras, que acabaram se atrapalhando e devolvendo a bola. A camisa 16 aproveitou e rolou para Debinha fazer 2 a 0.

SEGUNDO TEMPO

O poder ofensivo do Brasil foi o mesmo no segundo tempo. Aos dois minutos, Aline Milene recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou com perigo à esquerda do gol. No lance seguinte, Gabi Zanotti tentou de primeira, mas a bola parou na defesa mexicana. Mas, aos 25, não teve jeito. Andressinha cruzou alto da direita, Gabi Zanotti cabeceou na segunda trave, e Bia Zaneratto só empurrou para o gol vazio: 3 a 0. Aos 37, a atacante marcou mais uma vez. A camisa 16 entrou na área pela meia-esquerda, se livrou da marcadora e chutou cruzado para fazer 4 a 0.

O domínio brasileiro fez o placar aumentar aos 42, com Millene, que recebeu assistência de Bia e finalizou no canto da goleira mexicana: 5 a 0. O Brasil liquidou a fatura com Bia Zaneratto completando um hat-trick na noite. Aos 45, Andressinha cruzou da esquerda, e a atacante cabeceou no meio da área para fechar o marcador em São Paulo: 6 a 0.

Fonte:https://m.futebolinterior.com.br/noticias/na-arena-corinthians-selecao-feminina-goleia-o-mexico-em-amistoso


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Esportes

mais notícias

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10
há 13 horas atrás

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10

Próxima meta de Cássio é superar Rivellino em jogos no Corinthians; veja o top-10
Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão:
há 13 horas atrás

Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão: "Sonho realizado"

Felipe Melo, do Palmeiras, valoriza primeiro título da carreira como capitão: "Sonho realizado"
Medalhista olímpico critica a
há 13 horas atrás

Medalhista olímpico critica a "cultura do abuso" da ginástica britânica

Medalhista olímpico critica a "cultura do abuso" da ginástica britânica
Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal
há 13 horas atrás

Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal

Apresentado, Yuri Alberto projeta disputa no ataque do Inter e sonha com gol em Gre-Nal
Brawn revela que Hulk era
há 13 horas atrás

Brawn revela que Hulk era "plano B" da Mercedes caso Hamilton não assinasse: "Deveria estar na F1"

Brawn revela que Hulk era "plano B" da Mercedes caso Hamilton não assinasse: "Deveria estar na F1"