Logo Portal Ternura
30/03 - IBITINGA-SP
° °

Vendedor de jóias tem casa furtada no Santa Catarina

Casa foi arrombada e televisores, tablet e até notebook foram levados


Ontem (2)  por volta das 10 horas da manhã, Marcos Alan Barros dos Reis, acionou a policia e relatou um furto na sua casa, sediada no Jardim Catarina. A vítima ausentou-se de casa e quando retornou constatou que o portão estava aberto e a porta da sala estava arrombada. Do interior da casa, desconhecidos levaram 1 TV marca LG 32 polegadas, 1 TV marca Samsung 40 polegadas, 1 notebook e um tablet marca CCE, 1 caixa contendo várias bijouteriais e um mostruário de jóias avaliado em R$ 5 mil. Não há suspeitos.


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Ibitinga

mais notícias

Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus
há 10 horas atrás

Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus

Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus
Prefeitura de Ibitinga entrega marmitas a pessoas em vulnerabilidade social
há 19 horas atrás

Prefeitura de Ibitinga entrega marmitas a pessoas em vulnerabilidade social

Prefeitura de Ibitinga entrega marmitas a pessoas em vulnerabilidade social
Em três meses, Prefeitura recolhe quase 5 mil toneladas de entulhos e inservíveis
há 20 horas atrás

Em três meses, Prefeitura recolhe quase 5 mil toneladas de entulhos e inservíveis

Em três meses, Prefeitura recolhe quase 5 mil toneladas de entulhos e inservíveis
Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus
há 1 dia atrás

Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus

Ibitinga contabiliza 13 casos suspeitos para coronavírus
Carreata em Ibitinga defende reabertura de comércio e divide opiniões; decreto prevalece até 7 de ab
há 1 dia atrás

Carreata em Ibitinga defende reabertura de comércio e divide opiniões; decreto prevalece até 7 de ab

Carreata em Ibitinga defende reabertura de comércio e divide opiniões; decreto prevalece até 7 de abril