Logo Portal Ternura
20/09 - IBITINGA-SP
° °

Ministro da Fazenda da Argentina deixa cargo

Nicolás Dujóvne, que era ministro desde janeiro de 2017, anunciou a renúncia neste sábado, 17. Segundo jornal 'La Nacion', seu substituto será o atual ministro da economia de Buenos Aires.


Ministro argentino da Fazenda, Nicolás Dujovne, anuncia renúncia  — Foto: AP Foto / Natacha Pisarenko
Ministro argentino da Fazenda, Nicolás Dujovne, anuncia renúncia — Foto: AP Foto / Natacha Pisarenko

 

O ministro da Fazenda da Argentina, Nicolás Dujóvne, anunciou neste sábado (17) a renúncia do cargo que ocupava desde janeiro de 2017.

Em carta direcionada ao presidente Mauricio Macri, e divulgada pelo jornal La Nacion, o agora ex-ministro Dujóvne afirma que "se convenceu de que, em virtude das circunstâncias, sua gestão necessita de uma renovação significativa na área econômica".

De acordo com o jornal, o governo já escolheu o substituto de Dujóvne. O novo ministro da Fazenda deve ser Hermán Lacunza, que ocupa o cargo de ministro da Economia da província de Buenos Aires.

 

Instabilidade política e econômica

 

Além da crise econômica, a Argentina vive um cenário de turbulência política. No último domingo, o país realizou as prévias obrigatória. Nelas, Macri sofreu uma derrota considerável para a chapa liderada por Alberto Fernández, e que tem a ex-presidente Cristina Kirchner como vice.

A dupla conseguiu 47,66% dos votos, contra 32,08% do atual presidente. Roberto Lavagna foi o 3º, com 8,23% dos votos.

Presidente argentino Mauricio Macri durante entrevista coletiva em Buenos Aires, nesta segunda-feira (12) — Foto: Natacha Pisarenko/AP
Presidente argentino Mauricio Macri durante entrevista coletiva em Buenos Aires, nesta segunda-feira (12) — Foto: Natacha Pisarenko/AP

 

Depois das prévias, Mauricio Macri anunciou um pacote de medidas econômicas. Dentre elas, estão:

 

  • aumento do salário mínimo;
  • congelamento do preço da gasolina;
  • e pagamento de bônus adicionais aos trabalhadores.

 

"As medidas que tomei e que vou compartilhar agora são porque os escutei. Escutei o que quiseram dizer no domingo. São medidas que vão trazer alívio a 17 milhões de trabalhadores e suas famílias. E a todas as pequenas e médias empresas, que sei que estão passando por um momento de muita incerteza", afirmou Macri em pronunciamento, na última quarta-feira.

Na quinta, Macri ainda anunciou a redução de impostos para alimentos.

Entre os produtos beneficiados, estão pão, leite, azeite, arroz, açúcar, entre outros. A medida, segundo Macri, será publicada nas próximas horas e vale até o fim do ano.

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Governo desiste de congelar salário mínimo
há 6 horas atrás

Governo desiste de congelar salário mínimo

Governo desiste de congelar salário mínimo
PGR defende que pente-fino do INSS é inconstitucional
há 1 dia atrás

PGR defende que pente-fino do INSS é inconstitucional

PGR defende que pente-fino do INSS é inconstitucional
Fuvest 2020: inscrições para o vestibular da USP terminam ao meio-dia desta sexta
há 1 dia atrás

Fuvest 2020: inscrições para o vestibular da USP terminam ao meio-dia desta sexta

Fuvest 2020: inscrições para o vestibular da USP terminam ao meio-dia desta sexta
Grupo de assessores do PT na Câmara leva prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena
há 1 dia atrás

Grupo de assessores do PT na Câmara leva prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena

Grupo de assessores do PT na Câmara leva prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena
Calendário PIS-Pasep 2019-2020: pagamento de abono salarial para nascidos em setembro começa nesta q
há 1 dia atrás

Calendário PIS-Pasep 2019-2020: pagamento de abono salarial para nascidos em setembro começa nesta q

Calendário PIS-Pasep 2019-2020: pagamento de abono salarial para nascidos em setembro começa nesta quinta