Logo Portal Ternura
21/09 - IBITINGA-SP
° °

Um dos suspeitos do tiroteio do Colorado é uma menor de idade

Inicialmente, polícia se equivocou e afirmou que eram dois suspeitos, mas xerife corrigiu informação.



Equipes de resgate e policiais socorrem escola onde houve tiroteio nesta terça-feira (7), no Colorado (EUA) — Foto: Courtney Harper via AP

 

Um dos dois suspeitos do tiroteio que deixou um morto e oito feridos na terça-feira (7) em uma escola em Denver (Colorado) é uma menor de idade, informou a polícia nesta quarta-feira.

O xerife da região, Tony Spurlock, havia informado inicialmente a prisão de dois jovens, mas, na verdade, é um rapaz e uma menina que foi confundida pela polícia por causa de sua aparência.

Três dos oito estudantes com ferimentos a bala seguem em tratamento intensivo em hospitais da região, diz Spurlock.

Um estudante de 18 anos morreu, e seu nome deve ser informado durante a tarde.

Um dos suspeitos do ataque foi neutralizado pelo oficial de segurança armado da escola antes de a polícia chegar.

"Nós não trocamos tiros com eles", afirmou Spurlock. As duas armas de fogo foram apreendidas, e a investigação continua em colaboração com o FBI.

Investigação fará análise de redes sociais

A fim de estabelecer uma razão para a ações, estão sendo analisadas as redes sociais, telefones e computadores dos suspeitos.

O principal suspeito será levado ao tribunal à tarde para a sua audiência de acusação.

O governador democrata do Colorado, Jared Polis, denunciou na mesma coletiva de imprensa "um ato de violência gratuita que os Estados Unidos veem com muita frequência".

O estado acaba de recordar o vigésimo aniversário do massacre da escola de Columbine, onde dois estudantes de 17 e 18 anos fortemente armados mataram 20 de seus colegas e um professor antes de cometerem suicídio em 20 de abril de 1999.

"Isso não é o que somos. Esse ato aberrante não nos define", disse o promotor George Brauchler.

 

Assassinato em universidade

 

Há uma semana, um assassino abriu fogo em uma universidade na Carolina do Norte, também nos Estados Unidos, e matou duas pessoas. Outras quatro ficaram feridas.

A Universidade da Carolina do Norte em Charlotte tem mais de 26,5 mil alunos, além de 3 mil funcionários. O campus fica na maior cidade do estado, no leste dos Estados Unidos.

 

Fonte: G1


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Nacional e Internacional

mais notícias

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados
há 10 horas atrás

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados

Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados
B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi
há 11 horas atrás

B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi

B2W Digital oferece mais de 1 mil vagas de trabalho em Itapevi
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado
há 11 horas atrás

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado
Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia
há 11 horas atrás

Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia

Bolsonaro prorroga por mais 30 dias uso de militares no combate a queimadas na Amazônia
Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica
há 11 horas atrás

Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica

Entenda o que muda com a lei da liberdade econômica