Logo Portal Ternura
23/10 - IBITINGA-SP
° °

Laudo confirma que jovem foi morta por estrangulamento

A estudante desapareceu e foi encontrada morta em Bariri, interior de São Paulo, após aceitar ajuda de um desconhecido para trocar o pneu de seu carro


Laudo recolhido no Instituto Médico Legal (IML) de Araraquara na manhã de hoje (03) apontou que Mariana Forti Bazza foi morta por estrangulamento.

O documento foi requisitado pelo setor de investigações da Delegacia de Polícia de Bariri e nele a causa da morte é clara: asfixia mecânica por estrangulamento.

De acordo com informações coletadas pela reportagem da Clube, o laudo não aponta se Mariana foi ou não estuprada, mas essa hipótese ainda é cogitada pela polícia. Os exames por amostragem genética foram encaminhados a São Paulo e devem retornar em um prazo de 30 a 90 dias.

O caso 

A estudante de fisioterapia, Mariana Forti Bazza, de 19 anos, desapareceu na manhã da terça-feira (24) após sair da academia que frequentava na cidade de Bariri, no interior de São Paulo. As informações são da Record TV.

Quando Mariana saiu do local, percebeu que um dos pneus de seu carro estava murcho. Foi nesse contexto que um rapaz desconhecido surgiu oferecendo ajuda para a troca. Em uma imagem que a vítima compartilhou com o namorado, o suspeito, um homem de 37 anos, aparece trocando o pneu.

O suspeito foi encontrado na cidade de Itápolis, junto com o carro da vítima e foi levado para a delegacia para ser interrogado. De acordo com a polícia, o homem deu pouquíssimos detalhes do encontro com Mariana ou de seu paradeiro, alegando que só falará diante da Justiça.


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Polícia Civil de Pindorama prende dois homens por extorsão
há 1 hora atrás

Polícia Civil de Pindorama prende dois homens por extorsão

Polícia Civil de Pindorama prende dois homens por extorsão
Usina Santa Fé pagará R$ 1,5 milhão de indenização coletiva por morte de trabalhadores
há 1 hora atrás

Usina Santa Fé pagará R$ 1,5 milhão de indenização coletiva por morte de trabalhadores

Usina Santa Fé pagará R$ 1,5 milhão de indenização coletiva por morte de trabalhadores
Cachorro é morto com tijolada após discussão entre vizinhos em Tabatinga
há 4 horas atrás

Cachorro é morto com tijolada após discussão entre vizinhos em Tabatinga

Cachorro é morto com tijolada após discussão entre vizinhos em Tabatinga
Droga é encontrada em estômago de preso durante necrópsia
há 9 horas atrás

Droga é encontrada em estômago de preso durante necrópsia

Droga é encontrada em estômago de preso durante necrópsia
Mulher cai em golpe do WhatsApp e perde 3 mil reais
há 9 horas atrás

Mulher cai em golpe do WhatsApp e perde 3 mil reais

Mulher cai em golpe do WhatsApp e perde 3 mil reais