Logo Portal Ternura
05/04 - IBITINGA-SP
° °

Polícia Civil prende três homens em Jaú e apreende milhares de produtos de cargas roubadas.

A operação, comandada pelo delegado Gledson Luiz Nascimento, da Dig de Bauru, se iniciou há cerca de 45 dias.


 

Três homens presos e milhares de produtos supostamente roubados foram apreendidos na tarde da quinta feira (20) em Jau por policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Bauru. A operação, comandada pelo delegado Gledson Luiz Nascimento, da Dig de Bauru, se iniciou há cerca de 45 dias, depois que investigadores da especializada levantaram  informações à respeito da comercialização de produtos – tvs, fornos de micro-ondas, máquinas elétricas, produtos alimentícios, móveis – por preços inferiores  aos praticados pelo mercado.

 

De início, segundo o delegado, as investigações levaram os policiais até um motorista de caminhão, morador em Sta. Cruz do Rio Pardo. O trabalho investigativo da polícia dizia que seria ele o responsável pelo transporte dos produtos comercializados, levando-os até os compradores. Detido, interrogado, o motorista acabou entregando um outro homem, também de Sta. Cruz do Rio Pardo. Este seria o responsável pela receptação das cargas roubada. “Os dois – o motorista de Sta. Cruz do Rio Pardo e o segundo envolvido – se associaram, e  

com a finalidade de ludibriar a Polícia e outros mecanismos de fiscalização, criaram uma empresa de fachada – uma transportadora -, e a instalaram em dois barracões no bairro Alto da Colina, contando com o apoio de um terceiro elemento, este residente em Jau” revela o delegado Gledson Luiz.

Munidos de mandados de busca, com o endereço nas mãos, os policiais ingressaram na tarde da quinta feira (20) nos dois barracões. Surpresos, o delegado e os investigadores encontraram milhares de produtos – televisões, fornos de micro-ondas, serras elétricas  de bancada e portátil, material de livraria, panelas elétricas, aparelhos de ar condicionado, peças automotivas, produtos alimentícios, ao todo, o suficiente para carregar dois caminhões cedidos pela prefeitura de Jau, para fazer o transporte desde o local  da apreensão até a Central de Polícia Judiciária. Além disso, alguns veículos encontrados nos barracões foram apreendidos para investigação.

Os três acusados foram ouvidos durante 4 horas na Central de Polícia Judiciária em Jau e todos foram autuados em flagrante, acusados de receptação qualificada e associação criminosa.  Outros três homens - dois residentes em São Paulo, e o dono dos barracões no Alto da Colina, em Jau, -   figuram como investigados. Outros, apontados como receptadores, também estão na lista de investigados.

“As investigações avançam no sentido de identificar compradores dos produtos roubados, que eram comercializados em todo o Estado, inclusive em Jau e na região” revela Gledson Luiz, alertando que não se descarta a possibilidade de outras prisões de outros envolvidos.  

Fonte: Plantão Policial


Comentários (0)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
criar um comentário

Regional

mais notícias

Moradores de São Carlos descumprem recomendação e Kartódromo é interditado
há 3 horas atrás

Moradores de São Carlos descumprem recomendação e Kartódromo é interditado

Moradores de São Carlos descumprem recomendação e Kartódromo é interditado
Capotamento deixa duas pessoas feridas na zona Oeste de Marília
há 3 horas atrás

Capotamento deixa duas pessoas feridas na zona Oeste de Marília

Capotamento deixa duas pessoas feridas na zona Oeste de Marília
Homem é preso por armazenar droga dentro de forno a lenha em Palmital
há 3 horas atrás

Homem é preso por armazenar droga dentro de forno a lenha em Palmital

Homem é preso por armazenar droga dentro de forno a lenha em Palmital
Polícia Ambiental multa em mais de R$ 8 mil responsáveis pelo corte de árvores nativas
há 1 dia atrás

Polícia Ambiental multa em mais de R$ 8 mil responsáveis pelo corte de árvores nativas

Polícia Ambiental multa em mais de R$ 8 mil responsáveis pelo corte de árvores nativas
Marília confirma morte por Covid-19
há 1 dia atrás

Marília confirma morte por Covid-19

Marília confirma morte por Covid-19